Linux: limpando definitivamente dados de qualquer HD

used_hard_driveNa internet é possível encontrar algumas ferramentas que fazem um serviço parecido, porém as realmente boas são pagas (e bem caras). Entre as mais conhecidas estão os aplicativos DBAN (freeware)  e o Blancco (pago).

Porém existem outras alternativas de software: http://www.spychecker.com/software/erase.html

Me desfiz de um computador desktop antigo mas antes aproveitei para testar a “formatação” segura do disco rígido usando o comando dd do Linux.

Como o computador em questão possuia apenas um HD – o qual deveria ser limpo antes de eu me desfazer da máquina – resolvi utilizar a versão “live install” da distribuição Debian (disponível em: https://www.debian.org/CD/live/) assim eu poderia usar o Linux rodando de um pendrive para executar a tarefa sem precisar instalar nada.

Após baixar o arquivo ISO (debian-live-7.8.0-amd64-standard.iso), baixei o programa Universal USB Installer para criar o pendrive bootavel com o Debian Linux.

Após o boot pelo USB, executei os seguintes comandos/procedimentos:

Este comando lista diversa informações sobre as unidades de armazenamento do computador (principalmente os espaços disponíveis e utilizados) e assim me certificar qual a nomenclatura utilizada pelo Debian para se referir ao HD a ser apagado.

Basicamente existem dois métodos de limpeza que são mais comumente utilizados ao se utilizar o dd com o intuito de limpar dados de um disco rígido:

Preenchimento de todo o HD com zeros (incluindo todas as partições, master boot record (MBR) e dados):

Preencher todo o HD (incluindo todas as partições, master boot record (MBR) e dados) com dados aleatórios, ou seja, é um procedimento mais seguro e consequentemente mais demorado:

Os valores “sda” foram definidos a partir do resultado exibido pelo comando:

Muito importante: antes de executar qualquer um dos dois exemplos do comando dd, tenha certeza absoluta que você está fazendo referência ao disco correto! Se informar a unidade errada, irá causar uma perda de dados irreversível!

Apesar de todo o “poder” que o aplicativo dd possui, ele não mostra o progresso (ou status) de sua execução.

Para acompanhar a execução do(s) comando(s) acima basta abrir um novo terminal, após executar o comando dd, e digitar o comando:

Com o procedimento acima, o novo terminal irá exibir o status da execução do dd, sem que o procedimento seja pausado.

Outra alternativa é, se você preferir ter respostas periódicas em um tempo pré determinado, executar no novo terminal o comando:

Com o comando acima, o watch irá “testar” a execução do comando dd em intervalos de 5 segundos (parâmetro -n5) e informar a situação sem pausar a execução da limpeza do disco.

Deixe uma resposta